A Tribo multicultural do século XXI

O atual momento que vivemos é marcado pelo grande fluxo não só de informações, mas também de acontecimentos e tendências repentinas. Para compreender tais fenômenos, o filósofo e sociólogo Zygmunt Bauman explica que vivemos em um período pós-moderno em que nos encontramos no constante estado de liquidez, ou em suas palavras “Tudo que é sólido se desmancha no ar”. Isso significa que os valores modernos, de crer na transformação da ciência e na razão, fracassaram, e a pós-modernidade tem uma perspectiva consciente diante da vida e ausência de fé. Somos regidos pelo sentimento de que merecemos a felicidade, e esta busca incessante por momentos que nos tragam prazer resulta neste dinamismo veloz.

Em termos de mercado, isso foi ótimo. A ideia de identidade construída se baseia na noção de estilo: você é o que você veste, o restaurante que frequenta, o livro que lê, o filme que assiste, e assim por diante. Ou seja, você pode ser fitness, baladeiro, gamer, geek, esportista, workarolic  e tudo isso sem precisar escolher. Para entender o público alvo do seu negócio é necessário compreender os fenômenos sociais e a evolução das novas tendências do mercado

Toda essa introdução é necessária para destacar o mercado bilionário que os games tem movimentado. Os meses que se passaram  foram repletos de notícias, novidades e eventos sobre os gamers e também pela cultura pop. No início de outubro de 2018, nós da EP Grupo fomos há 2PLAY, evento da CAPCOM e Pepperbrands na MAX ARENA – o templo do Esports, e o objetivo era apresentar para os licenciados o público gamer e geek, e também para explicar ao público como funciona o licenciamento de games. A palestra apresentou uma pesquisa de 2017 riquíssima sobre o público, definindo quem é, como consome, falou sobre a fidelidade que ele tem com o produto e marca licenciada, e também que por se tratar de um público nerd, seja ele geek ou gamer, são pessoas que buscam informações e conhecimento avançado sobre determinado tema. Particularmente, fiquei surpresa em saber que no Brasil 66,3 milhões de pessoas, um terço da população é gamer. O que descobri lá também é que nem todo geek é gamer, mas a obrigatoriamente todo nerd é gamer e geek. Com isso descobri que sou geek por gostar dos quadrinhos e séries dos heróis da Marvel e D.C comics.

A Brasil Game Show teve sua 11ª edição em outubro de 2018, e os gamers puderam ter a experiências exclusivas como, testar jogos que ainda não foram lançados no mercado, e conhecer as novidades dos PCs, consoles, jogos de tabuleiro e etc. O evento também reuniu as principais empresas do setor, que mostrou força no que se refere ao licenciamento de marcas e personagens. Os stands da Riachuelo, Lojas Americanas, Brinquedos Estrela, Piticas e entre outros, representaram o segmento, lançaram novas linhas de produtos, sendo sucesso absoluto entre aqueles que frequentaram a feira. Os números que temos da BGS é de 2017: mais de 317 mil pessoas foram ao evento e 250 marcas estiveram presentes.

Retomando o conceito de liquidez de Bauman, a Trigg que é uma Fintech, um termo em inglês que surgiu da junção de financial (financeiro) e technology (tecnologia),  e tem como objetivo tornar nossa relação com o dinheiro menos burocratizada, mais prática e acompanhando a velocidade, e a necessidade que hoje tem um ser pós-moderno. Para a CCXP 2018, os parceiros lançaram um cartão da Trigg e bandeira VISA,  com 3 dos principais personagens da D.C.: Wonder Woman, Super Man e Batman. O cartão da  Trigg será o método oficial de pagamento da Comic Con Experience, que acontecerá no início de dezembro. O evento é para os amantes da cultura pop em geral, abrangendo como público principal os gamers e geeks. Assim como na Brasil Game Show, CCXP também tem um espaço bem grande com várias lojas, que vendem os produtos licenciados, além das edições especiais encontradas apenas durante o evento. No 2017 entorno de 227 mil pessoas que visitaram o mundo da CCXP.

Toda essa convergência é reflexo da tendência de nossa sociedade, em que cada vez mais o indivíduo torna-se multicultural e sem receio algum, assume tal posicionamento, mesmo que de maneira inconsciente. E isso em todos os nichos. O que é muito positivo para o mercado em termos de retorno, uma vez que a cada ano que passa o número de pessoas nestes eventos aumentam, tornando seguro e certo investir no segmento.

Maria Carolina Pagani – Responsável pelas mídias sociais da EP Grupo.

  • SIGA A EPGRUPO

    logo-sociais_r1_c1_s1 logo-sociais_r1_c2_s1 logo-sociais_r1_c3_s1 logo-sociais_r1_c4_s1 logo-sociais_r1_c5_s1 logo-social-youtube

  • [cycloneslider id="slide-banners"]

  • Siga-nos no Facebook

  • EP Grupo no Instagram

    No images found!
    Try some other hashtag or username
  • btn-newsletter

  • Atuamos, por meio de publicações, ações direcionadas e eventos, com três principais segmentos: brinquedo, licenciamento e zero a três com a missão de informar, documentar, proporcionar encontro de negócios e estabelecer parcerias. Conheça mais sobre a EP GRUPO

    ESTAMOS NAS REDES SOCIAIS!

    • Facebook
    • Twitter
    • Instagram
    • Flickr
    • LinkedIn
    • Youtube

    ÚLTIMAS POSTAGENS

    O Clube Jolie está de cara nova!
    22 Aug 20190 comentários

    © Copyright 2018 Espaço Palavra Editora e Arte.

    by: NHS INFO

    Cadastre-se

     
    Name

     
    E-mail*

     
    Empresa

     
    Endereço

     
    Complemento

     
    Bairro

     
    CEP

     
    Cidade

     
    Estado

       
     
    ×
    MAILLING EPGRUPO


    ×