CineMaterna comemora expansão em 2015

CineMaterna2

Em um ano caracterizado por retração econômica, a Associação CineMaterna, ONG pioneira em sessões de cinema amigáveis para mães e bebês de até 18 meses, registrou um crescimento de 40%.

Traduzida em números, a expansão da rede em 2015 alcançou 31 novas salas de cinema, em seis novas cidades do país, atraindo, somente nestas novas sessões, mais de cinco mil adultos e 3.400 bebês. De janeiro a novembro de 2015, quase 45 mil adultos e 27 mil bebês estiveram presentes em 90 salas de cinema de 41 cidades, em 16 estados.

“O objetivo é promover o resgate social das mães no pós-parto, um momento especial, mas de muita vulnerabilidade. Além disso, a iniciativa é pensada para fortalecer o vínculo entre mãe e filho, proporcionando a elas uma oportunidade de retornar à vida cultural e de criar uma nova rotina saudável, de lazer, integração e convívio social, em companhia de seu bebê. Pais e acompanhantes também são bem-vindos às sessões”, conta Irene Nagashima, co-idealizadora do CineMaterna, que, em 2008, junto com Taís e outras dez mães, invadiram salas de cinema com seus bebês, dando início assim, ao início do projeto.

Patrocinada por Natura Mamãe e Bebê e Ri Happy Baby, a ONG CineMaterna é uma empresa sem fins lucrativos, que, em sete anos, já levou 281 mil pessoas, entre adultos e bebês, às quase quatro mil sessões que promoveu. Para atender toda essa demanda, a equipe é formada por mais de 300 colaboradoras, entre administrativo e mães voluntárias que atuam nos cinemas.
“Mesmo em um momento de retração, o CineMaterna está levando um números expressivo de mães com bebês para shoppings. Com isso, nossa expectativa para o próximo ano é chegar a mais capitais das regiões Norte e Nordeste do país”, comenta Taís Viana, co-idealizadora do CineMaterna.

Para alcançar esse objetivo o caminho já está sendo percorrido. Estão programadas sessões em Macapá (AP), a partir de março e negociações estão sendo feitas com shoppings em Palmas, no Tocantins, São Luiz, no Maranhão, Maceió, no Alagoas, Aracaju, no Sergipe e João Pessoa, na Paraíba.

O sucesso do CineMaterna vem se consolidando de tal forma que, para 2016, a expectativa é de um a dois lançamentos por mês, além das sessões regulares. A região Sudeste também deve concentrar um grande número de novas sessões.

“Novos shoppings na Baixada Fluminense, Niterói, São Gonçalo e Campos dos Goytacazes, no estado do Rio de Janeiro, já fizeram contato conosco. Estamos em fase final de conversação também em Belo Horizonte e Contagem, em Minas Gerais”, conclui Taís.

“Sou apaixonada pelo CineMaterna. Ia muito quando minha filha mais velha era bebê, nas sessões do Rio de Janeiro. Depois nos mudamos para João Pessoa e senti muita falta do CineMaterna. Fiquei três anos sem ir ao cinema, pois não tinha com quem deixar minha filha. Agora voltamos para o Rio e com um bebê de quatro meses. Virei seguidora do CineMaterna. Já fomos a várias sessões e ainda aproveitei para conhecer novos shoppings”, conta Paula Guimarães Fonseca, fisioterapeuta e mãe da Sofia, de 4 anos e do Miguel, de 4 meses.

Duas novas redes de cinema – Cine Araújo e Cineplus – tornam-se parceiras no próximo ano, porém, outros shoppings que tenham interesse em receber sessões CineMaterna terão que esperar um pouco mais. Novos agendamentos só a partir de abril de 2016.

O beabá do sucesso
O sucesso do CineMaterna é unânime entre as mães. Quem já foi não dispensa elogios e quem ainda não foi morre de vontade de ir. Isso porque as sessões acontecem em um ambiente especialmente pensado para o conforto de mães e bebês. As salas contam com ar condicionado em temperatura agradável, volume reduzido e ambiente levemente iluminado. Além disso, dentro da sala, há tapete emborrachado para que mães e crianças fiquem mais à vontade no chão, trocadores equipados com tudo que é necessário para a troca de fraldas e estacionamento de carrinho de bebês.

Os filmes, geralmente de temática adulta, são escolhidos pelas próprias mães, que podem se cadastrar no site da ONG e votar nos filmes disponíveis para cada sessão.
A recepção no cinema é feita por mães voluntárias, que acompanham e orientam as frequentadoras. Em alguns shoppings, após as sessões, ainda há um bate-papo entre mães e colaboradoras do CineMaterna com o objetivo de trocar experiências acerca da maternidade.

“Meu filho tinha dois meses quando fomos pela primeira vez e desde então vamos sempre que possível. Considero o CineMaterna uma terapia para as mães. Assistir a um bom filme é ótimo, mas, agora, não é o mais importante. O legal é o programa em si, se arrumar para ir ao cinema, sair um pouco da rotina – que é gostosa, mas bastante cansativa – e conhecer outras mulheres na mesma situação”, conta Gabriela Netto, psicóloga e mãe do Bernardo, de 10 meses.

Fonte: Ex-Libris Comunicação Integrada [CineMaterna] – Cristina Freitas e Raphaela Gentil – (21) 2204-3230.

Comentários via Facebook

  • SIGA A EP GRUPO

    logo-sociais_r1_c1_s1  logo-sociais_r1_c2_s1  logo-sociais_r1_c3_s1  logo-sociais_r1_c4_s1  logo-sociais_r1_c5_s1 logo-social-youtube


  • banner-galeria-fotos

  • btn-newsletter

  • Atuamos, por meio de publicações, ações direcionadas e eventos, com três principais segmentos: brinquedo, licenciamento e zero a três com a missão de informar, documentar, proporcionar encontro de negócios e estabelecer parcerias. Conheça mais sobre a EP GRUPO

    ESTAMOS NAS REDES SOCIAIS!

    • Facebook
    • Twitter
    • Instagram
    • Flickr
    • LinkedIn
    • Youtube

    ÚLTIMAS POSTAGENS

    ÚLTIMOS TWEETS

    Leia todos os tweets

    © Copyright 2015 Espaço Palavra Editora e Arte.

    by: NHS INFO

    Cadastre-se

     
    Name

     
    E-mail*

     
    Empresa

     
    Endereço

     
    Complemento

     
    Bairro

     
    CEP

     
    Cidade

     
    Estado

       
     
    ×