Dona do Smiley chegará ao Brasil para desafiar infelicidade

Avô do emoji, carinha amarela sorridente da Smiley Company é negociada com marcas de moda

Por Pedro Diniz

“Aproveite o tempo para sorrir.” A chamada na capa do extinto jornal francês France Soir, em janeiro de 1972, sugeria aos leitores uma “pausa para sorrir” em meio a uma série de catástrofes e notícias ruins.

Apontava, acima do texto, uma carinha amarela sorridente, o Smiley, impressa em todas as matérias positivas publicadas naquele dia.

Nascia, assim, um dos ícones da cultura pop, avô dos emojis usados na linguagem virtual e uma figura central de longos processos de propriedade intelectual. Todos movidos pelo criador do desenho, o jornalista Franklin Loufrani, e seu filho e atual presidente da empresa inglesa The Smiley Company, Nicolas Loufrani, espécie de pai dos emoticons.

Imagem reprodução: Folha de S.Paulo.

Listada entre as cem maiores companhias de licenciamento do mundo, com produtos que vão de roupas até comida —uma das parcerias mais vitoriosas da marca é com a McCain Foods, com quem divide os lucros das batatas fritas sorridentes —, a Smiley planeja associar-se pela primeira vez a marcas do país.

Para conferir a matéria da Folha de S.Paulo na íntegra, acesse: https://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2019/03/dona-do-smiley-chegara-ao-brasil-para-desafiar-onda-de-infelicidade.shtml

Fonte: Folha S.Paulo – Moda.

Comentários via Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui