71% dos pais jogam games com os filhos, indica Pesquisa Game Brasil

Pesquisa Game Brasil mostra ainda que 60,2% das famílias gostam que seus filhos joguem, mas ressalvam quanto a exageros de consumo

Jogos eletrônicos estão cada vez mais presentes nos momentos de lazer e entretenimento compartilhados entre pais e filhos. De acordo com a 7ª edição da Pesquisa Game Brasil (PGB), em 2020, 71% dos pais brasileiros jogam jogos eletrônicos com seus filhos.

71% dos pais no Brasil jogam games com os filhos, indica PGB. Crédito: Reprodução

Realizada pelo Sioux Group, através da unidade de negócios Go Gamers, ESPM e Blend New Research, a PGB ouviu 5.830 pessoas em 26 Estados e no Distrito Federal, no mês de fevereiro. Para o levantamento de pais e filhos, o estudo considerou apenas os entrevistados que moram com os filhos, totalizando 2.163 pessoas.

Deste total, 78,7% afirmam que seus filhos possuem o hábito de jogar jogos eletrônicos, e 60,2% deles gostam que os filhos realizem a atividade, mas com ressalvas diversas. A principal delas, para 92,4% dos entrevistados, é evitar jogos inadequados de acordo com a faixa etária.

Jogos eletrônicos estão mais presentes nos momentos de entretenimento compartilhados entre pais e filhos. Crédito: Pixabay

O segundo aspecto a ser ponderado, para 80,9% dos pais, é evitar que as crianças joguem antes de dormir. Na sequência, 72,4% dos pais concordam que os jogos são viciantes, podendo causar dependência. Em contrapartida, 53,9% concordam que a variação de jogos estimula diferentes habilidades para seus filhos.

Outro ponto retratado pela PGB é a violência nos jogos enquanto influência negativa para as crianças e adolescentes: enquanto 33,4% dos pais que não jogam concordam que os games podem levar ao comportamento agressivo e à delinquência, 56,6% dos pais gamers discordam dessa afirmação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui