Black Friday: Como aproveitar a data para alavancar as vendas

Especialista destaca principais pontos a serem considerados por empreendedores na hora de planejar as vendas

 

Ainda é possível planejar as ações para uma black friday rentável. Crédito: Divulgação.

A pandemia do novo Coronavírus causou uma reviravolta no comércio, forçando pequenos e grandes empresários a revisarem suas estratégias e direcioná-las para o digital com urgência.

Dados de uma pesquisa realizada pela Ebit/Nielsen revelaram um aumento de 39% no número de pedidos on-line no primeiro semestre de 2020. O faturamento das lojas digitais no Brasil cresceu 47% neste período e registrou a maior alta nos últimos 20 anos.

Mas qual a previsão para uma das datas mais esperadas pelo varejo? A Black Friday 2020 promete ser diferente de todas as outras – assim como tudo o que ocorreu neste ano. Outra pesquisa, também da Ebit/Nielsen em parceria com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), aponta para o crescimento de 27% nas vendas deste ano em relação à 2019.

“Com a pandemia, o comportamento das pessoas mudou e elas estão muito mais tempo on-line, acompanhando as postagens, perdendo o medo e aprendendo a comprar neste ambiente, ao mesmo tempo, estão mais seletivas e pesquisam mais antes de comprar”, aponta Vanessa Winter, especialista em Marketing Digital, fundadora da Academia do Zero ao Topo, ex-consultora estratégica para parceiros pelo Google e embaixadora da Plataforma Mulheres Empreendedoras Brasil (Plataforma MEB), que reúne mais de 27 mil mulheres empreendedoras no Facebook. “Além disso, neste ano, a Black Friday será muito focada em produtos e serviços que realmente façam sentido para aquele consumidor, que tragam uma solução bacana e com desconto real”, ressalta a ex-googler.

Para atender às necessidades do público e fortalecer sua marca no mundo digital, micro, pequenos e médios empreendedores precisam enfrentar uma corrida contra o tempo. “Ainda é possível planejar as ações para uma black friday rentável, porém é preciso pensar em alguns pontos: definir orçamento, planejamento dos produtos (ou serviços) em promoção e período da ação”, afirma Winter.

Algumas dicas da especialista em Marketing Digital para alavancar as vendas na Black Friday:

1) Escolha produtos que já estão parados no estoque ou que você tenha mais facilidade para negociar o giro com seus fornecedores. Dessa forma, você pode entregar soluções bacanas para seus clientes com descontos reais;

2) Evite colocar em promoção os chamados produtos estrela – ou seja, aqueles que você tem mais facilidade de venda e maior margem de lucro. Eles já se vendem sozinhos.

3) Seja honesto nos descontos e evite a famosa “black fraude”. Se o desconto é de 30%, comunique isso ao seu cliente. Não fale que o desconto é maior. Uma dica para mostrar o desconto real é colocá-lo em valor. (Ex: de R$ 30,00 por R$ 15,00);

4) Planejamento é ouro. Se você quer trabalhar uma promoção apenas no dia da Black Friday (27 de novembro), ainda é possível planejar a ação tanto em anúncios quanto em conteúdo orgânico. Mas seja ágil!

5) Defina metas tangíveis. Quanto você quer vender e crescer? Quantas pessoas você pretende alcançar para então tentar convertê-las em vendas? Seja realista e coloque no papel quais dessas metas são possíveis de alcançar.

6) Quais cuidados sua marca está tomando em relação à Covid-19? Você segue todas as normas de segurança? Comunique isso de forma clara aos seus clientes e fortaleça a confiança e segurança entre eles.

Mais notícias do setor aqui!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui