Chaves – Um Tributo voltará aos palcos em janeiro

O espetáculo presta uma linda homenagem a Roberto Gómez Bolaños e à sua mais famosa criação, o nosso querido Chaves, em uma grande produção musical. Espetáculo reestreia no Teatro Opus em 10 de janeiro de 2020.

Ingressos à venda em https://uhuu.com/compra/chaves-um-tributo-musical-8853 – Crédito: Stephan Solon

E Zás… Ele está voltando!!! Após temporada de sucesso com público superior a 35 mil pessoas, o espetáculo Chaves – Um Tributo Musical volta para nova temporada no mesmo local, Teatro Opus, localizado no Shopping Villa-Lobos, em São Paulo. O musical homenageia o gênio da comédia Roberto Gómez Bolaños e todo o seu legado, que diverte e emociona diferentes gerações até hoje.

Esta é a primeira grande produção dessa natureza endossada e licenciada pelo Grupo Chespirito, e pelo SBT. A montagem surpreende os fãs do seriado – e o público em geral – com roteiro original da diretora musical Fernanda Maia e direção geral de Zé Henrique de Paula, ambos conhecidos por musicais como Natasha, Pierre e o Grande Cometa de 1812 e Urinal – o musical. A coreografia original é de Gabriel Malo. No repertório, o musical foi recheado de canções clássicas da série e composições inéditas.

Chave – Um Tributo Musical é apresentado por Ministério da Cidadania, tem patrocínio de Grupo Zaffari e apoio de Cometa e Dúo Art Ice. Realização Del Claro Produções e Opus Promoções.

O gênio da comédia Roberto Gómez Bolaños conquistou crianças e adultos do mundo inteiro com seu humor simples e carismático, criando personagens que serviram de inspiração para diferentes gerações de atores, comediantes e escritores. Para isso, teve como referência (e homenageou) nomes clássicos da comédia. É possível encontrar registros do artista mexicano compondo esquetes que fazem alusão a humoristas como Charles Chaplin, Jerry Lewis e à dupla Oliver Hardy e Stan Laurel (O Gordo e o Magro).

Foi assim que surgiu a ideia de se criar um roteiro inédito que não apenas trouxesse de volta aquela atmosfera lúdica, inocente e saudosista da vila da série, mas que também desse pitadas da vida de Bolaños e de sua trajetória como um grande mestre das artes cênicas e do clown.

Mesmo não se tratando de um “episódio do Chaves transposto para os palcos”, e sim de uma homenagem com uma história inédita, o musical reproduz fielmente o cenário mais conhecido da carreira de Bolaños – a Vila do Chaves -, e causa comoção ao público quando aparece em cena pela primeira vez.

Além de Chaves, muitos outros personagens icônicos aparecem em cena para o público se deliciar com as presepadas de Seu Madruga, Quico, Chiquinha, Sr. Barriga, entre outros. Os espectadores também podem esperar boas surpresas durante as apresentações.

Uma série de itens raros do universo Chaves no Brasil

Para ambientar o público ainda mais antes do início do espetáculo, uma exposição sobre Chespirito foi criada com o objetivo de oferecer um panorama da vida e da obra de Roberto Gómez Bolaños através de imagens, fotografias e objetos do acervo pessoal do criador do personagem cômico mais icônico do México – e da América Latina também. Inspirada nas cores da Vila e do figurino do Chaves, a exposição ocupará o foyer do Teatro Opus e permanecerá aberta ao público durante toda a temporada de Chaves – Um Tributo Musical.

Projeto cenográfico: César Costa

Roberto Gómez Fernández é o responsável por manter essa chama acesa para todos nós. Filho de Bolaños e líder do Grupo Chespirito, empresa detentora dos diretos de Chaves, Fernández mantém os olhos abertos para todos os licenciamentos envolvendo a série, inclusive o nosso querido ‘Chaves – Um Tributo Musical’.

Para ele, Chaves é o personagem mais querido da América Latina e tem um papel emblemático na trajetória do pai, pois entende que o amor que o público sente pelo menino da ficção representa também o amor que o público tem pelo pai e toda a sua obra.

Fernández comenta que se sentiu muito honrado e orgulhoso quando ficou sabendo da ideia do musical aqui no Brasil, e que segue se surpreendendo com o impacto que a obra de Chespirito (apelido carinhoso de Bolaños) ainda tem em todo o mundo. Ele diz que (o musical) “é uma enorme responsabilidade para se preservar o legado do meu pai”, e que está “emocionado por saber que (o musical) está em mãos profissionais e talentosas, e com um conceito único e original”.

A paixão do brasileiro pela vila e todos seus personagens é notória e Fernández diz que se sente feliz por poder ser testemunha de todas essas manifestações de carinho. Ele revela que era uma vontade de Bolaños criar um espetáculo direcionado para o nosso país. “Meu pai começou a preparar um show ao vivo para o Brasil e até a estudar português. Porém, por questões políticas, não conseguiu levar o projeto adiante”. Ele arremata dizendo que ‘Chaves – Um Tributo Musical’ é “um sonho que se tornou realidade”.

Acompanhe as novidades de “Chaves – Um Tributo Musical” nas redes sociais:
Instagram | Facebook

Serviço

CHAVES – UM TRIBUTO MUSICAL
Apresentado por Ministério da Cidadania
Patrocínio: Grupo Zaffari
Apoio: Cometa e Dúo Art Ice
Realização: Del Claro Produções e Opus Promoções

De 10 a 19 de Janeiro de 2020
Sessões:
Quinta-feira: 16h
Sexta-feira, 20h
Sábado, 16h e 20h
Domingo, 16h

Duração: 120 minutos (com 15 minutos de intervalo)
Classificação: Livre

Teatro Opus
4º Piso do Shopping Villa-Lobos
Av. das Nações Unidas, 4777 – Alto de Pinheiros – São Paulo, SP – https://www.teatroopus.com.br

Site: www.uhuu.com
Atendimento: falecom@uhuu.com

Fonte: Agência TAGA – Guilherme Oliveira.

(Visited 1 times, 1 visits today)

Comentários via Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui