Padrão de consumo na quarentena muda a cada semana nos EUA

Os padrões de compra dos americanos durante a pandemia estão mudando com o passar das semanas. Segundo o CEO do Walmart, Doug McMillon, a fase atual está preocupada com o cabelo. “Dá para ver que, quando as pessoas ficam em casa, o foco muda”, disse o CEO, no Today Show.

Consumidores estão focando em coloração e máquinas para cortar o cabelo. Crédito: Pixabay

Depois de estocar alimentos e produtos de consumo, os consumidores se voltaram para quebra-cabeças, jogos e outras formas de entretenimento e educação. Agora, as vendas estão mostrando que sem a possibilidade de ir a um salão de cabeleireiro, as pessoas estão se virando para cortar e pintar os cabelos em casa.

“As pessoas estão começando a precisar de um corte de cabelo”, disse McMillon. “Você vê mais aparadores de barba, tinta de cabelo e coisas assim. É interessante observar a dinâmica.”

Na primeira semana, as vendas mostraram que os consumidores estavam procurando meios de se protegerem do vírus, comprando máscaras, produtos de limpeza e álcool em gel. Na semana que terminou no dia 7 de março, as vendas de desinfetantes para as mãos dispararam 470% em relação ao ano anterior, segundo dados da Nielsen. As vendas de produtos desinfetantes em aerossol aumentaram 385%.

Na segunda semana, os consumidores estocaram papel higiênico. Segundo a Nielsen, lenços de banho, lenços faciais e toalhas de papel tiveram um aumento de três dígitos nas vendas na semana que terminou em 14 de março. Na mesma semana, as vendas de desinfetantes de aerossóis aumentaram 519%.

Depois, foi a vez do pão caseiro. Nas semanas que terminaram em 21 e 28 de março, as vendas de fermento para panificação cresceram mais do que qualquer outro produto. Um aumento de 647% e 457%, respectivamente, comparando com as mesmas semanas de 2019. A venda de presunto também era popular e subiu 622% e 413%, no mesmo período, segundo a Nielsen, e se manteve em alta até 4 de abril.

Agora, as vendas de máquinas de cortar cabelo aumentaram 166% e os produtos de coloração capilar aumentaram 23%, em relação ao mesmo período do ano anterior.

Os americanos se tornaram barbeiros e estilistas do tipo “faça você mesmo”, à medida que os salões de cabeleireiro de todo o país estão fechados temporariamente para manter as medidas de distanciamento social.

As informações são da CNN.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui