Hello Kitty faz 40 anos e ganha versão para mulheres adultas

Fabricantes de brinquedos do Japão buscam novo mercado de consumidores mais crescidinhos por causa da baixa taxa de nascimento de bebês no país, assunto que preocupa o governo

As mulheres com idade entre 20 e 30 anos são o novo alvo da indústria de brinquedos no Japão.

As empresas buscam novos mercados para enfrentar a queda nas vendas decorrentes do baixo índice de natalidade do País.

A indústria japonesa de brinquedos deixou de faturar cerca de US$ 1,5 bilhão entre 2007 e 2012, segundo estatísticas do instituto japonês de investigações.

Por causa disso, as empresas estão buscando novos segmentos de mercado com os quais possam cobrir o vazio deixado pelos tradicionais consumidores do setor: as crianças.

Hello Kitty faz 40 anos. A empresa Bandai vai lançar no ano que vem o seu primeiro brinquedo do mundialmente conhecido personagem Hello Kitty destinado às mulheres com idade de 20 a 30 anos. O lançamento coincide com o aniversário de 40 anos do personagem.

Hello Kitty é parte de uma linha de produtos denominada ‘Chogokin’, inspirada em um mítico personagem chamado Mazinger Z. O novo brinquedo do popular gatinho japonês pode mover os punhos, andar sobre rodas, voar e flutuar na água.

“Este será o início de uma nova linha de produtos centrada nas mulheres”, afirmou o presidente da Bandai, Kazunori Ueno, que espera um aumento na demanda dos brinquedos, segundo declarações dele ao jornal Asahi.

A taxa de natalidade do Japão é de 1,41 criança por mulher, uma das mais baixas do mundo. Esta é uma tendência que o governo japonês vem tentando reverter sem êxito nos últimos anos.

Além da Bandai, outras empresa de brinquedos como a Tomy estudam mudar os brinquedos de forma a atrair o público feminino adulto, quem sabe até as ‘balzaquianas’ (mulheres acima dos 30 anos.

86614


Gatinho Hello Kitty faz 40 anos e terá boneca lançada para mulheres de 20 a 30 anos de idade


Rika-Chan.
 No caso da Tomy, a aposta é uma boneca de ‘Rika-chan’, personagem principal de uma série transmitida pela rede de televisão estatal NHK.

A empresa produzirá também um bicho de pelúcia do ursinho Rilakkuma, muito popular como adorno de carteiras e bolsas das japonesas em idade de trabalhar.

A venda de brinquedos para o mercado adulto gira cerca de US$ 825 milhões por ano, mas as empresas estão otimistas com a possibilidade de impulsionar este mercado.

“Estes personagens são muito conhecidos, por isso acreditamos que haja um segmento de mercado para adultos”, disse um representante da Tomy.

Fonte: Estadão – Economia & Negócios – 11/12/2013.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui