Indústria se prepara para entregar os brinquedos para o Dia das Crianças

Mercado conseguiu atravessar os piores meses da pandemia 

Synésio Batista, presidente da Abrinq (Associação Brasileira dos Fabricantes de Brinquedos) disse que a indústria de brinquedos brasileira entra, neste mês, na fase de entrega dos produtos preparados para o Dia das Crianças, data que representa 40% das vendas anuais do setor.

Mercado de brinquedos se prepara para entregar encomendas para os Dia das Crianças. Crédito: Pixabay

Isso quer dizer os fabricantes conseguiram atravessar os piores meses da pandemia, já que os meses de março a julho representam apenas de 2 a 3% do faturamento.

Além disso, as feiras do setor aconteceram antes do isolamento ser decretado, no primeiro trimestre do ano.

São 400 fábricas no país, mas só 15 fecharam e reabriram rapidamente. Poucas aderiram ao corte de salário e hoje trabalham em dois turnos, apesar do presidente da Abrinq considerar que faltou acesso a crédito.

O que também beneficiou a indústria brasileira foi o impacto da pandemia na China no primeiro trimestre. Os asiáticos cancelaram quase 60% das entregas e o problema foi resolvido pelos fabricantes brasileiros.

As informações são do Folha de S. Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui