Internacional – Comportamento das crianças revela tendências

A Kids Insights, líder global em inteligência de mercado infantil e sediada no Reino Unido, emitiu um relatório especial que revela algumas das diferenças de atitudes, comportamento e consumo de crianças que mudaram desde o surto do coronavírus.

Com base nessas mudanças, eles também notaram tendências a serem observadas no futuro. O Kids Insights faz pesquisa com mais de 400 crianças do Reino Unido a cada semana, o que equivale a 21 mil ao longo de um ano.

Tendências a serem observadas no comportamento das crianças. Crédito: Pixabay

Desde o surto do coronavírus o Kids Insights constatou que houve mudanças significativas nas atitudes, comportamento e padrões de consumo das 12,3 milhões de crianças que vivem no Reino Unido, como:

  • Crianças entre 3 e 18 anos estão recebendo mais dinheiro dos pais;
  • Os jogos de tabuleiro dobraram em popularidade entre todas as crianças. Para crianças entre 3 e 12 anos de idade, os jogos de tabuleiro se tornaram a 3ª escolha favorita do brinquedo no último mês;
  • Há um crescimento na leitura de livros de comédia e fantasia para todas as crianças (+ 10% e + 5%, respectivamente);
  • É possível reconhecer um aumento na influência que as crianças exercem sobre os pais e suas considerações de compra, como a escolha de assinaturas de TV (aumento de 39%);
  • Também houve uma mudança nos aplicativos favoritos, pois as crianças passam mais tempo no mundo digital. Crescimento adicional no TikTok (agora é o quarto aplicativo mais favorecido para todas as crianças (4,3%).

Alterações que afetam os varejistas e produtores de brinquedos:

  • O fechamento das lojas de varejo levou a mais crianças comprarem on-line e 44% dessas crianças já gastam mais online do que off-line, o que significa que com 14 anos de idade, os adolescentes gastam mais on-line do que off-line.
  • O aumento na adoção de novos serviços de métodos de pagamento e o aumento de crianças acreditando que as moedas digitais são o futuro, com um terço de todas as crianças acreditando que esse é o caso (um aumento de 38% desde o surto de coronavírus).

O relatório também inclui cinco previsões de tendências futuras que o The Insights People espera ver como resultado do coronavírus e da incerteza do futuro:

  • Redefinindo ‘Real’ – Em quem as crianças vão se interessar assim que sairmos desse período? Existem novos heróis na sociedade?
  • Renascimento do tempo em família – O confinamento, a educação e o trabalho em casa, sem dúvida, causaram muitos estresses na vida familiar, mas há um desejo crescente de passar um tempo de qualidade juntos como família;
  • A batalha entre mundos não virtuais e virtuais – As crianças durante o confinamento não têm escolha a não ser facilitar o tempo “social” através de um mundo virtual;
  • Redefinindo o varejo – É justo dizer que essa pandemia não facilitará a vida do varejista e não há dúvida de que, quando tudo acabar, haverá mudanças comportamentais e de mentalidade a longo prazo que afetarão os padrões de compra do consumidor;
  • Um senso de pertencer – À medida que as crianças se readaptam ao mundo exterior, imaginamos que a reintegração em uma comunidade se tornará cada vez mais importante e as marcas que podem ajudar a facilitar isso criarão relacionamentos duradouros com crianças e famílias.

As informações são da Spielwarenmesse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui