Pesquisa revela que 80% dos brasileiros pretendem celebrar o Natal e comprar presentes, mesmo com a crise

Levantamento aponta que a maioria das pessoas realizará compras pelo e-commerce ou de maneira combinada (on-line e loja física)

Efeito pandemia: as compras on-line passaram a fazer parte da vida do brasileiro com mais frequência. Crédito: Divulgação.

Faltam menos de dois meses para uma das datas mais celebradas no mundo. Pensando nisso, a Teads, Plataforma Global de Mídia, realizou uma pesquisa em parceria com a Netquest, empresa dedicada exclusivamente ao desenvolvimento de tecnologia on-line para soluções de pesquisa, para entender o perfil de compra do consumidor para o Natal em 2020.

Mesmo que o ano tenha sido atípico, os brasileiros ainda estão animados para o período de festas e com planos para celebrar. A pandemia causada pelo Coronavírus pode até ter obrigado as pessoas a se adaptarem ao digital – as comemorações e “encontros” via videoconferência, por exemplo -, mas, o levantamento destaca que são poucos aqueles que planejam celebrar a data virtualmente. Mais da metade dos entrevistados (60%) deseja comemorar em casa, de maneira “física”, com a família e os amigos, enquanto 7% deles já estão se organizando para realizar viagens nacionais em grupo.

Realizada no ambiente digital, a pesquisa aponta que 89% dos usuários pretendem comemorar o Natal e 82% planejam comprar presentes para a data. Mesmo que a maioria faça questão de celebrar a festa fisicamente, a internet continuará sendo o principal canal para a compra dos presentes. Sendo dividido entre: pessoas que comprarão de forma on-line e presencial (55%), aquelas que farão compras exclusivamente on-line (21%) e, ainda, as que efetuarão a compra on-line para retirar o produto na loja física (4%). Somente 20% dos consumidores ouvidos afirmaram que farão suas compras apenas em lojas físicas.

De acordo com Jessenia Garcia, Diretora de Pesquisas e Insights da Teads LATAM, os resultados da pesquisa revelam uma tendência que foi acentuada por conta da pandemia: o e-commerce. “As compras on-line passaram a fazer parte da vida do brasileiro com ainda mais frequência por conta das restrições e cuidados impostos pela crise sanitária. A condição possibilitou a incorporação desse hábito por consumidores dos mais diversos perfis, inclusive aqueles que ainda não haviam realizado nenhuma compra on-line, se tornando fundamental para as estratégias de negócios das marcas, que precisam de soluções e produtos de consideração de performance para otimização de suas campanhas, visando atingir cada vez mais o ‘lower-funnel’ (final de funil), gerando e aumentando o tráfego para seus sites”, explica a executiva.

À procura do presente: Ainda sobre compras para o Natal, o levantamento revela que a inspiração para adquiri os presentes também se dá na internet: enquanto 68% dos entrevistados fazem buscas on-line, 51% preferem fazer essa pesquisa durante as temporadas de descontos (como a Black Friday). A pesquisa direta nos sites das marcas é a opção para 42% e 15% buscam ideias em campanhas publicitárias.

“Esses números mostram como é importante uma comunicação integrada voltada para toda a jornada de consumo, desde a busca por inspiração até a confirmação da transação. Uma marca precisa estar posicionada em portais de confiança, e no contexto correto, onde pessoas buscam por ideias, com conteúdo editorial que converse com seus valores e objetivos, Além do posicionamento, é preciso também estar bem segmentada para se destacar”, pontua Fabricio Proti, diretor executivo da Teads. Com a possibilidade de escolha de mais de uma opção, o levantamento realizado pela Netquest destaca também que 79% das pessoas consideram o custo-benefício na hora de escolher o presente, enquanto 38% priorizam frete grátis e 22%, a agilidade do envio.

Para Fabricio, o Natal sempre fez parte da cultura brasileira e é uma importante tradição, por isso, mesmo que de um jeito diferente, as comemorações irão acontecer. “Percebemos que a prática da compra online está cada vez mais presente na vida dos brasileiros. E essa é uma ótima oportunidade para as marcas iniciarem o contato com cada perfil de consumidor, já que a pesquisa aponta que 84% dos entrevistados pretendem começar as compras a partir de novembro, e 65% planejam comprar mais da metade dos presentes durante a Black Friday”, finaliza.

Realizada em toda América Latina com mais de 1.800 pessoas, a pesquisa detalhada pode ser acessada em info.teads.com/natal2020

Mais notícias do setor aqui!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui