Vendas globais de bens e serviços licenciados cresceram 4,5% em 2019

Sexto ano consecutivo de crescimento estabeleceu base sólida para a indústria de licenciamento 

As vendas de mercadorias e serviços licenciados cresceu 4,5% em 2019, com receita de US$ 292,8 bilhões ante a US$ 280,3 bilhões em 2018. É o que mostra a 6ª Pesquisa Anual de Licenciamento Global, divulgada nesta segunda-feira, 8, pela Licensing International.

Crédito: Reprodução/ Licensing International

Embora a pandemia causada pela Covid-19, que começou na China no fim de 2019, ainda esteja afetando os negócios globais, o relatório mostra que o setor de licenciamento entrou forte, produtivo e lucrativo em 2020. Isso é um bom presságio para seu sucesso à medida que a economia mundial sai da crise que fez os comércios fecharem, exceto os essenciais.

Mesmo com pessoas em todo o mundo em quarentena, o que fez as vendas no varejo terem queda, o poder das marcas confiáveis ​​e licenças conhecidas esteve presente. Por exemplo, as famílias se ocuparam com quebra-cabeças e jogos licenciados em casa, e os consumidores estão usando máscaras estampadas com personagens infantis e adultos, logotipos esportivos, marcas de moda, de obras de arte e etc.

O setor de entretenimento/personagens foi a categoria com maior participação de mercado, com US$ 128,3 bilhões, ou 43,8% do mercado global de licenças. O segundo maior foram as marcas corporativas com US $ 60,1 bilhões (20,5%), um pouco abaixo de 2018 (21%) devido ao crescimento abaixo do mercado. A moda seguiu com US$ 33,8 bilhões (11,5%) e os esportes com US$ 28,9 bilhões (10%).

Vestuário (15,1%), brinquedos (12,2%) e acessórios de moda (11,9%) continuaram liderando a classificação por categoria de produto, com acessórios (+8%) e vestuário (+5,1%), mostrando forte crescimento.

As vendas no varejo de brinquedos e jogos licenciados apresentaram um ligeiro crescimento de 1,2%, mas abaixo da taxa geral do setor. Isso porque as brincadeiras de infância migraram para brincadeiras e entretenimento on-line, o que causou impacto na categoria tradicional.

Os setores que mais cresceram em 2019 foram de arte (+10%) e sem fins lucrativos (18%). No caso do setor de arte, o crescimento se dá por conta das empresas de impressão sob demanda e dos licenciados on-line de “mercados fabricantes”, como a Etsy.

Grande parte do crescimento no espaço para organizações sem fins lucrativos veio do licenciamento sem fins lucrativos, como forma de gerar fundos necessários em um momento em que as contribuições estão em alta.

Os Estados Unidos e o Canadá detinham 58% do consumo mundial de bens e serviços licenciados, com US$ 169,7 bilhões (um aumento de 4,5% em relação a 2018), enquanto os mercados do norte da Ásia e do sul da Ásia/Pacífico tiveram maiores aumentos ano a ano nos negócios de licenciamento, cada um mostrando um crescimento superior de 5% no ano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui