Brincadeira aliada à segurança: dicas para facilitar a compra de brinquedos

Verificar a indicação de faixa etária, a certificação por órgãos creditados e a integridade da embalagem são alguns cuidados fundamentais na hora da escolha de itens para os pequenos. Josiane Dallmann, da Calesita, explica como saber se o produto adquirido está adequado à segurança necessária para a brincadeira das crianças

Quem é pai ou mãe sabe: o cuidado com os filhos vem em primeiro lugar sempre, inclusive na hora de brincar. Por isso, o momento da compra de um item pode ser muito mais complexo do que um simples pedido dos pequenos. Na hora de escolher um brinquedo, detalhes que podem colocar em risco a segurança das crianças devem ser analisados.

Para auxiliar nesse momento, Josiane Dallmann, gerente comercial da Calesita, separou quatro dicas para não errar na hora de presentear as crianças:

Certificação do Inmetro: o selo do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro) é fundamental para garantir que qualquer produto tenha procedência. “Com os brinquedos, não poderia ser diferente, já que o selo atesta que o item passou por testes de segurança”, lembra.

Faixa etária: comprar produtos de acordo com a idade do pequeno também é essencial. A informação deve estar impressa na caixa. “Vale lembrar que os brinquedos contêm peças de acordo com a faixa etária, então um item destinado para uma criança de quatro anos, não pode ser comprado para um bebê, por exemplo. Verifique sempre na embalagem qual é a idade indicativa”, ressalta Josiane.

Não pode colocar na boca: Crianças menores têm o hábito de colocar as mãos e objetos na boca. “Todo cuidado é pouco, principalmente com os bebês. Então, é importante não oferecer brinquedos com peças pequenas”, diz. Outro cuidado nesse sentido diz respeito às tintas e massinhas. Certifique-se de que o produto é atóxico e oriente sempre os seus filhos a não levarem esses itens à boca. Evite também comprar brinquedos com formato ou cheiro de comida ou doce.

Fique de olho na embalagem: além de indicar a idade destinada para aquele produto, outras informações também são importantes e devem estar destacadas. “O material que aquele item foi fabricado, endereço do fabricante, contato do SAC e orientações sobre as indicações daquele brinquedo também devem estar na embalagem”, conclui a especialista.

Sobre a Calesita
Há 15 anos no mercado nacional, a Calesita é uma empresa de Pomerode (SC), que atua com itens para crianças de primeira infância. A empresa é especializada em brinquedos das linhas educativo, passeio, praia e jardim, entre outros.

Os produtos podem ser encontrados em três mil pontos de venda, espalhados por todos os estados brasileiros.

1

1

Brincar com segurança: alguns cuidados devem ser levados em conta ao comprar brinquedos para as crianças
Crédito imagem: Daniel Zimmermann

Fonte: Melz Assessoria de Imprensa – Andressa da Silva Peixer – (47) 3340-2205.

Comentários via Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui