Onde as crianças britânicas gastam seu dinheiro?

Sim, a Amazon ainda é o primeiro destino para os gastos com e-commerce das crianças, mas novas pesquisas sobre suas compras on-line pode motivar uma nova avaliação.

Por Wendy Goldman Getzler

Com um total coletivo de US $ 312 milhões por mês para gastar a seu próprio critério, as crianças do Reino Unido com idades entre 3 e 18 anos têm uma enxurrada de possibilidades na ponta dos dedos, quando se trata de usar seu dinheiro. E, um clique do mouse, parece ter se tornado uma delas.

Enquanto a maioria (57%) das crianças no Reino Unido ainda recorrem ao varejo físico para suas compras, o e-commerce continua ganhando significativa participação desse público, segundo pesquisa da Kids Insights de maio de 2019 com crianças da região. As descobertas da empresa de pesquisa também mostram que as compras on-line cresceram 44% entre esse target, nos últimos dois anos.

Entre as crianças de 4 a 12 anos, 33% gastam mais on-line do que off-line (um aumento de 77% em relação a 21 meses). A diferença é menor entre os adolescentes, com 49% deles relatando gasto atual de mais dólares on-line em comparação com o off-line. Em termos de envolvimento com varejistas on-line, mais de 25% dos adolescentes hoje relatam usar o Snapchat para se manter atualizados com suas lojas favoritas.

A Amazon reina como o varejista on-line favorito, com 32% das crianças recorrendo à gigante do comércio eletrônico para suas necessidades de compras. De fato, entre 3 e 12 anos de idade, a Amazon é quatro vezes mais popular do que seus concorrentes, entre eles eBay (8,3%), Argos (2,2%), GAME (2,2%) e Smyths (1,3%).

Ainda assim, o relatório conclui que o domínio da Amazon caiu ligeiramente entre os 13 e 18 anos de idade (para 29%, de 35%). O objetivo é aproveitar o ASOS (4,9% de popularidade) que, de acordo com o relatório, ampliou recentemente seus esforços de marketing digital – particularmente quando se trata de atividades de influência.

O impulso da ASOS vem na esteira do varejista, o qual registrou queda de 28% na popularidade entre os adolescentes. No entanto, os dados do Kids Insights mostram que os adolescentes que favorecem o ASOS têm 26% mais probabilidade de interagir com suas lojas favoritas no Instagram, o que provavelmente é uma força motriz por trás da inspiração do influenciador da empresa.

A consciência ambiental, por sua vez, também está inspirando essa geração de crianças – e os varejistas tomaram nota. De acordo com Tim Burge, diretor de pesquisas e tendências da Kids Insights, cerca de um terço das crianças do Reino Unido consideram regularmente como suas ações afetam o meio ambiente (acima dos 25% de um ano atrás). A esse respeito, Burge acredita que o futuro da moda dependerá da sustentabilidade, da responsabilidade, e não apenas da velocidade para o mercado.

Fonte: Informativo Kidscreen – 4/7/2019.

Comentários via Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui