Vendas para o Dia dos Namorados podem crescer até 2%

Ticket médio de compra pode variar de R$ 50,00 a R$ 100,00; setor de vestuário pode ser o mais beneficiado

As vendas para o Dia dos Namorados devem crescer 2%, com ticket médio entre R$ 50,00 a R$ 100,00, segundo pesquisa realizada pela FCDLESP (Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado de São Paulo).

Comparado ao ano passado, a expectativa de vendas dos lojistas recuou 1%, porém, a data é considerada a terceira mais importante para o varejo, depois do Dia das Mães e Natal.

Para os lojistas, os setores que mais podem se beneficiar são vestuário, alimentação e floriculturas. O presidente da FCDLESP, Maurício Stainoff, afirma que mesmo com a deflação o varejo não terá um impacto tão grande quanto às vendas.

Os presentes não são direcionados apenas para namorados, os casados também se integram a este nicho, resultando em um leque maior de clientes. Os lojistas podem utilizar de estratégias para aumentar as vendas, como brindes e descontos na segunda peça”, comenta.

Maurício Stainoff

A pesquisa foi realizada com a participação das principais CDLs do Estado de São Paulo, que enviaram dados locais, como ticket médio, setores de maior venda e estratégias de marketing utilizadas.

Região Metropolitana de São Paulo
Na região metropolitana de São Paulo, as expectativas para o mês são de um crescimento acima do esperado, quando comparadas aos dados de outras cidades do estado. A CDL da Casa Verde, localizada na zona norte, considera o dia 12 de junho a segunda data mais importante para o varejo, perdendo somente para o Dia das Mães.

A câmara prevê um crescimento de 5%, com ticket médio de R$ 50,00 a R$ 100,00 e o parcelamento das compras em até 3x. Para Fábio Amorim, presidente da CDL, a divulgação em meios digitais, como redes sociais, pode ser um ponto assertivo para a prospecção de consumidores.

No ABC, há uma expectativa de 2%, com ticket médio entre R$ 100,00 e R$ 200,00, enfatizando segmentos de roupas, sapatos e acessórios.

Para o presidente da CDL de São Bernardo do Campo, Marcello Alexandre, a forma de pagamento que mais pode ser utilizada entre os consumidores deve ser o parcelamento em até 5x, por meio do cartão de crédito. Além disso, ressalta que as vendas via e-commerce possuem preços atrativos quando comparados às lojas físicas.

Litoral
Em 2018, a CDL de Santos registrou expectativa de 2%, assim como esse ano, resultando em uma visão estável para o crescimento das vendas.

O presidente da CDL da cidade, Camilo Rey, acredita num consumo entre R$ 50,00 a R$ 100,00, com preferência por pagamentos em dinheiro (espécie). A floricultura pode ser o segmento que mais pode lucrar com a data. Para alavancar as vendas, Camillo acredita que a inovação na apresentação dos produtos chamará a atenção dos consumidores.

Interior
Na região de Bauru, prevê um crescimento de 2%, mas quando comparado a 2018 as vendas caem 2%, visto que ano passado o registro foi de 4%.

Para presentear o companheiro (a), os consumidores devem gastar entre R$ 50,00 e R$ 100,00, concentrando a forma de pagamento no parcelamento em até 3x.

Fonte: Agência Contatto – Yasmim Vital – (11) 2837-3848.

Comentários via Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui