Arezzo + Pantone

O resultado da parceria entre Arezzo e Pantone pôde ser visto na flagship da loja no Shopping Iguatemi, em São Paulo, na última quinta-feira. E, claro, que estivemos lá e conversamos com a Tatiana Lobo, diretora da Brand & Licensing Group (BLG), empresa que licencia a marca no Brasil.

“A equipe da Arezzo nos procurou para essa parceria, pois buscavam inovação para o lançamento de uma coleção que aliasse cores e um contexto mais street”, explica Tatiana Lobo, diretora da Brand & Licensing Group (BLG), empresa que licencia a marca no Brasil.

Quais seriam as cores? Como seria realizada a aplicação da marca? Diversas perguntas resultaram em um processo cauteloso para chegar na linha cool e fashion, trazendo o DNA da Arezzo para a parceria com a Pantone, segundo Tatiana.  “São 90 modelos, do chinelinho (a flip flop tradicional) até a bolsa de couro, em seis cores diferentes, selecionadas pelo time da empresa de acordo com a demanda do portfólio deles e a Pantone, não à toa referência e solução para a aplicação de cores, aprovou as selecionadas e as codificou.

Como funciona essa validação? De acordo com a diretora, quando a Pantone assina uma marca com um código de cor, as amostras são enviadas para o Pantone Color Institute, em New Jersey. “Lá, avaliam amostra por amostra e indicam os códigos. Por exemplo, a cor X no couro é código tal, no plástico é outro. Toda a parte de conceito, de entender a brasilidade foi realizada aqui, mas quem atesta para poder assinar a marca Pantone é a sede da companhia lá fora”

 

 

 

 

 

Uma das características da marca Pantone, segundo Tatiana, é o aspecto colecionável: “Você olha todos os produtos de todas as cores e quer um de cada um. Temos percebido isso no licenciamento da marca como um todo; dá para ser colocada em diversos produtos de diversas formas, da mais discretinha até quando você coloca o código grande, com a cor sólida e a barra branca – ícone que representa a marca.

Outro aspecto sinalizado por ela, como algo extremamente positivo, é o fato da Arezzo  ter lojas próprias e franqueadas o que permite um trabalho 360: “A Campanha foi fotografada  por Gui Paganini, Giovanni Bianco na direção de arte, vitrines focadas no lançamento, sacolas, promoção  de compre e ganhe, assessoria de imprensa, trabalho de redes sociais… Enfim, uma grande estratégia relevante para o licenciador e o licenciado.”

O atual contrato prevê esse lançamento, mas dependendo do fluxo desta existe, sim, a possibilidade de mais novidades para 2020. Para finalizar, Tatiana resume a parceria: “Desde o primeiro contato até o lançamento foram 6 meses de trabalho a quatro mãos. Nós que representamos a Pantone aqui no Brasil estamos muito satisfeitos e temos certeza do sucesso da coleção”.

E você? Quais modelos e cores quer colecionar?

Comentários via Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui