Comércio paulista não vai reabrir para o Dia das Mães, diz João Doria

O Governo de São Paulo, sob gestão de João Doria (PSDB) e a Prefeitura de São Paulo, sob gestão de Bruno Covas (PSDB) disseram que o comércio não vai reabrir para o Dia das Mães.

Governador do Estado de São Paulo, João Doria, durante coletiva de imprensa sobre coronavírus. Crédito: Governo do Estado de São Paulo

Segundo o UOL, houve uma pressão feita por parte de entidades do comércio, mas Doria declarou que não vai atender ao pedido, reforçando que a quarentena segue para serviços não essenciais até, pelo menos, 10 de maio.

“Do ponto de vista do governo, já respondemos que não há exceção. Não houve para a Páscoa, não terá para o Dia das Mães. Teremos uma quarentena obrigatória até o dia 10 de maio, a não ser serviços essenciais. Os demais podem atender online”, afirmou.

“Reconheço que é uma data importante, aliás foi institucionalizada pelo meu pai em 1949, como publicitário que era. Não tenho mais minha mãe, gostaria de ter para dar um abraço, mas tenho certeza que todas as pessoas saberão compreender, aquelas que ainda têm suas mães, que é melhor proteger do que colocar em risco”, afirmou o governador.

Comentários via Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui