Exposição traz Smurfette como embaixadora da igualdade de gêneros

Os Smurfs, a Organização das Nações Unidas (ONU) e o Atomium uniram-se em torno da luta contra a desigualdade de gêneros e inauguraram uma exposição dedicada ao tema em Bruxelas.

De 8 de março até o outono europeu, os visitantes do famoso monumento belga têm acesso a uma mostra que discute o “Princípio Smurfette” e levanta a bandeira da igualdade de gêneros, um dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU.

Usado para descrever a representação inferior das mulheres em filmes e séries de TV, o termo “Princípio Smurfette”, cunhado por Katha Pollitt, repórter do jornal The New York Times, traduz a prática na mídia que inclui apenas uma mulher na narrativa dominada por personagens masculinos, posicionando a figura feminina como exceção e uma mera referência para enaltecer os homens.

Os visitantes do Atomium são convidados a examinar exemplos deste fenômeno em produções como o seriado “Stranger Things” e filmes da Marvel, assim como por painéis dos quadrinhos dos Smurfs, em que a Smurfette é frequentemente subestimada e excluída por seus amigos.

Nos últimos anos, muitos esforços foram feitos para restabelecer a imagem da Smurfette na saga. “Se ela é embaixadora da igualdade de gênero, é óbvio que ela teve de se tornar mais confiante para trazer credibilidade à sua luta“, disse Julie Almau, vice-diretora do Atomium. A IMPS, empresa que administra o legado dos Smurfs, vem trabalhando nessa direção há algum tempo, principalmente com o lançamento de “La Grande Schtroumpfette” (A Grande Smurfette) em 2010 e o spin-off “Les Schtroumpffs et le village des filles ”(Os Smurfs e a vila das meninas) lançado em 2017.

Na exposição, que ocupa o térreo (nível 0) e a esfera central (nível 5) do Atomium, os visitantes podem demonstrar apoio pela ODS da igualdade entre homens e mulheres, e não apenas no museu ou nas telas de cinema ou TV, mas também nos cenários da vida real, em que as mulheres enfrentam problemas como o grande descompasso entre os serviços domésticos não-remunerados e os salários de até 23% mais baixos pelo mesmo cargo na comparação com os homens.

No Dia Internacional dos Direitos da Mulher, a Smurfette convidou a todos a “smurfar” juntos por um mundo mais igualitário!

Desde 2015, os Smurfs trabalham em conjunto com a ONU pela divulgação das 17 metas do desenvolvimento sustentável.

Fonte: Vertical Licensing.

Comentários via Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui