LicensingCon Week: Licenciamento de brinquedos no Brasil

 Luccas Neto foi a licença que mais faturou no último ano
Por Kika Martins, do EP Grupo
 

A NPD, empresa de pesquisa de mercado criada nos Estados Unidos, hoje, está presente nos 14 principais mercados de brinquedo do mundo, coletando dados sobre o segmento.

Nesta quarta-feira (22), José Guedes, presidente do NPD Group no Brasil, falou na LicensingCON Week sobre a importância e principais tendências do mercado de licenciamento de brinquedos no Brasil.

José Guedes é presidente do NPD Group no Brasil. Crédito: Reprodução

O Brasil possui mais de  47 milhões de crianças de 0 a 14 anos de idade. Apesar do imenso potencial para brinquedos, nossas crianças ganham apenas 2.5 brinquedos/ano. Nos EUA, a média é de 41 brinquedos, no Reino Unido e no Canadá 27. No México, a média é de 5 brinquedos por ano.

De acordo com dados da NPD Group, no Brasil 26% do faturamento de brinquedos é proveniente de itens licenciados. Este percentual está alinhado à média global.

Junto dos EUA, o Brasil foi o terceiro país com maior venda de brinquedos licenciados nos últimos 12 meses. Os resultados apontam: Austrália 33%, México 30%, EUA 26%, Brasil 26% e Reino Unido 24%.

No segmento de brinquedos, os artigos com maior percentual de licenciamento são as figuras de ação com 73% de participação de licenças nas linhas. De acordo com a apuração da NPD, este resultado se deve à influência dos personagens, filmes e séries.

Em segundo lugar, aparecem os Blocos de construção com 45%, seguidos pelos veículos (carrinhos etc) 40% e outros brinquedos 32%.

Para as meninas, apenas 9% das vendas de bonecas incluem licenciamento. Esta é uma das categorias que menos licencia suas linhas, entre os 11 nichos de brinquedos pesquisados.

O estudo aponta a preferência pelas “Princesas” no Brasil. Há espaço também para personagens como Frozen, Baby Alive, Miraculous, Turma da Mônica etc.

TOP 3

Licenças que mais faturaram no Brasil nos últimos 3 anos:

2017/ 2018
1. Spiderman
2. Cars
3. Princesas

2018/ 2019
1. Avengers
2. Spiderman
3. Princesas

2019/ 2020
1. Luccas Neto
2. Avengers
3. Toy Story

TOP 10

Licenças mais vendidas no Brasil nos últimos 12 meses

Hoje, 4% das licenças de brinquedos no Brasil são provenientes de youtubers e jogos eletrônicos. O resultado geral do estudo aponta que 42% das propriedades são originadas de filmes (cinema), 31% de séries de TV e 4% da internet (youtubers e games).

Vale destacar alguns brinquedos que nasceram na internet, tais como L.O.L. (Junho 2017) com 4.1 milhões e Luccas Neto (Março 2019) com 839 mil unidades.

Fenômenos do YouTube

  • Ryan World – Mais de 20 milhões de inscritos no canal
  • Julia Silva – Mais de 4milhões de inscritos (desde 2005)
  • Gato Galáctico – Mais de 10 milhões de incritos (desde 2013)

Maiores canais infantis do YouTube

  • Pink Fong – 34.1 milhões de inscritos
  • Luccas Neto – 30.7 milhões
  • Galinha Pintadinha – 22 milhões
  • Maria Clara JP – 19.6 milhões

* Estes canais têm números impressionantes de visualizações acumuladas.

Os games e as séries ampliam sua influência com linhas de brinquedos, com destaque para:

  • Minecraft
  • Pokémon
  • Gloob

No Brasil, antes da pandemia da Covid-19, as vendas on-line giravam em torno de 5% – 1.8 a 2 milhões de reais gastos por semana. Atualmente, geram 6 milhões de faturamento, cerca de 18% das vendas realizadas on-line.

Este espaço conquistado pelo mercado de brinquedo no ambiente digital tem se mantido ao longo do isolamento social e deve permanecer após o término da pandemia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui