Estudo analisa mudança de hábitos na China pós-pandemia

Com base em uma pesquisa realizada com 6 mil entrevistados na China, a Tofugear – fornecedora de soluções de varejo omnichannel -, apresentou o Relatório Digital Consumer in Asia 2020.

Em comparação a outros mercados, o país costuma ser considerado o mais experiente quando se trata de recursos digitais: nove em cada dez consumidores chineses preferem comprar via e-commerce a fazer compras off-line.

Estudo revela que nove em cada dez consumidores chineses preferem usar o e-commerce a fazer compras off-line (Foto Pixabay)

Para traçar o perfil deste grupo, o estudo dividiu os entrevistados entre Geração Z, Millennial e Geração X, além de ter mapeado os consumidores entre as cidades de maior e menor poder aquisitivo.

As diferenças gerais entre os consumidores que vivem nas cidades de nível superior e inferior acabaram sendo insignificantes, mas os consumidores da classe inferior mostraram uma preferência um pouco maior por compras on-line.

Comportamentos, motivações e sentimentos do consumidor entre os dois também variaram em certos aspectos. Para as marcas que estão de olho nos mercados populares, é crucial entender essas nuances para moldar suas estratégias em uma era pós-pandemia:

  • Estratégias omnichannel são a solução a longo prazo;
  • Consumidores têm muitas expectativas em relação ao funcionamento das compras on-line;
  • Nas cidades de classe A, há uma visão econômica mais positiva do que nas populares.

Confira no site Jing Daily a análise desses três pontos-chave do relatório sobre as tendências locais relacionadas aos setores de luxo, moda e beleza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui