ViacomCBS cria fundo de US$ 100 milhões para ajudar setor audiovisual

A ViacomCBS, um conglomerado multinacional de comunicação estadunidense, criou um fundo de US$ 100 milhões para apoiar os membros de sua equipe, atores e cineastas afetados pela paralisação de suas produções por conta da pandemia do coronavírus.

Setor audiovisual também foi impactado com pandemia do coronavírus. Crédito: Pixabay

O fundo também vai apoiar doações do Motion Picture & Television Fund e The Actors Fund, juntamente com o trabalho de outras organizações.

“Uma área particularmente desafiadora nesse período foi a produção, pois infelizmente tivemos que fazer uma pausa na maior parte de nossas produções de TV e cinema para proteger a saúde e a segurança de nosso elenco, equipe e comunidades”, disse Bob Bakish, presidente e CEO da ViacomCBS, em uma mensagem para a equipe.

“Isso, por sua vez, colocou em risco os meios de subsistência de nossos colegas que ajudam a dar vida a essas histórias”, acrescentou.

A paralisação da produção durante a crise da saúde pública resultou na perda de pelo menos 170 mil empregos, mas isso não está levando em conta as perdas de empregos em setores como agências de talentos, parques temáticos, expositores e estúdios.

“Nestes tempos de incerteza, retribuir e apoiar o bem-estar de nossas famílias, comunidades e a nós mesmos é mais importante do que nunca”, escreveu Bakish. “E eu não podia estar mais orgulhoso de como nossa empresa se uniu para fornecer alívio e apoio àqueles que precisam.”

Em sua nota, Bakish destacou que a ViacomCBS está usando seus canais em mídias sociais para agradecer aos profissionais da área da saúde e incentivando os consumidores a distância social.

A ViacomCBS não é a única empresa que tem se esforçado para ajudar o setor. A WarnerMedia também criou um fundo de US$ 100 milhões, a Comcast prometeu US$ 500 milhões para ajudar os trabalhadores afetados pelo coronavírus e a Sony lançou um fundo de US$ 100 milhões.

As informações são da Variety.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui